Batman: Arkham Knight, a Evolução do Game

Ladies and gentlemen, cheeeeeega mais, vamos falar um pouco sobre esse jogo lançado em 23 de junho de 2015 pela Rocksteady Studios? Batman Arkham Knight! Pra quem sentia saudade de dar uma surra no Joker  viver a vida do homem morcego nos consoles anteriores, teve uma experiência de jogabilidade e estratégia incrível no PS4, Xbox One e Microsoft Windows!

O jogo foi feito para se esbaldar na habilidade máxima do Batman, um arsenal de equipamentos aprimorado em relação aos seus antecessores, e claro, a inclusão do Batmóvel no game, que já era aguardado há muito tempo pelos fãs do detetive noturno!

O jogo segue a mesma linha de liberdade ao jogador de escolher o que fazer primeiro, onde o mesmo se depara com as missões principais do game, em que a história principal decorre de acordo com seu andamento, e também as missões secundárias, mas não menos importantes para a experiência completa da história.

gif-batmovel

Focando mais na questão do Batmóvel, algumas críticas negativas com relação à introdução excessiva de missões com o veículo destruidor fodão de Bruce Wayne, não refletem as opiniões de todos os jogadores. O veículo deu uma nova maneira de encarar os oponentes, visto que anteriormente se você se deparasse com inimigos armados, tinha que correr que nem um condenado, se não era tiro pra todo lado e você possivelmente virava carniça perdia a missão.

Agora não! A maioria deles correm ao avistarem o tanque preto do Batman, eliminando a necessidade de ter que lutar contra todos eles, e se atirarem, não faz nem cócegas na blindagem do carro. Eu, como jogador fiel da franquia da Rocksteady, particularmente gostei muito das missões com o Batmóvel, embora algumas sejam extremamente longas para jogadores menos experientes ou iniciantes, como por exemplo, quando você precisa se esconder do Cavaleiro de Arkham em meio à escuridão!

Sim! Este senhor aqui em baixo vai dar trabalho pro Batman no jogo… E que trabalho…

arkham-knight

Achou ele parecido com o Batman? Sim, ele sabe mais coisas sobre o Batman do que você imagina! Por isso ele se torna um dos adversários mais difíceis de ser combatido durante o game.

Ele sabe praticamente tudo, forma de combate, estilo de luta, fugas e esconderijos… Praticamente tudo que o Batman faz esse cara aí manja. (Cara chato do caramba).

O motivo dele ser tão sabichão assim, é algo que você precisa conferir jogando! Aposto que muitos ficarão de boca aberta acompanhando o desfecho da luta entre os dois.

Temos também, claaaaaro, o nosso querido ou não Espantalho! Ele é o principal causador da bagunça toda que acontece em Batman: Arkham Knight! O esperto põe em prática um ataque feroz em Gotham City, causando a evacuação total da cidade, deixando apenas os capangas e seus vilões, contra Batman e seus ajudantes, incluindo a polícia de Gotham, Robin, Asa Noturna, entre outros, pra porradaria rolar. O Espantalho reúne todos os principais inimigos do detetive, com o intuito de exterminá-lo de uma vez por todas e controlar a cidade.

espantalho-gif

O jogo se passa em mundo aberto, onde você pode explorar o mapa de Gotham da maneira que preferir, sempre encontrando rastros de vilões ou evidências para serem analisadas, fato que deixa o jogo extremamente gostoso de ser jogado e sem a sensação de estar seguindo um roteiro já determinado e único. Você sempre pode optar por caminhos diferentes com as missões secundárias antes de seguir com o objetivo principal.

O game passa a ter o modo de jogo “Dual Play”, que é simplesmente o seguinte: Em missões que o Batman está lutando acompanhado de um de seus aliados, como o Robin por exemplo, você pode utilizar ataques em conjunto, e alternar entre os dois personagens durante a luta.

Os troféus do Charada diminuíram bastante, o que era necessário! Mas ainda é um dos vilões mais cansativos de serem capturados, e que testam a paciência e o raciocínio do jogador, em que muitas missões se encontram no modo “puzzle”, que em português seria “quebra cabeça”. Muitos adoram este tipo de jogo, enquanto outros preferem a velha e boa pancadaria, que não acontece entre o Batman e o Charada em todos os jogos da franquia, em que a luta dos dois é sempre mental. (Exceto quando o Batman captura o Charada, aí sim sempre sobram alguns murros).

charada

Agora chegamos na pergunta que não quer calar, “Lactobacilos, e o Coringa?????”

joker1

Todo mundo sabe que o Coringa morreu no jogo anterior, “Batman Arkham City”, então todos nós estávamos pensativos em como seria esse jogo sem a presença dele, já que ele é peça fundamental pro entretenimento do game, por ser o vilão mais conhecido do Batman.

Não daria pra ressuscitar o Coringa, ficaria estranho. Então a Rocksteady teve uma jogada de mestre! A toxina do Espantalho consegue trazer o Coringa vivo novamente mas apenas na mente do Batman! E então no game inteiro o nosso palhaço favorito acompanha o detetive das sombras, de todas as formas possíveis! Não daria pro jogo ficar tão bom sem esse requisito que ficou fenomenal, afinal, não dá pra ter Batman sem nenhuma aparição do Coringa, não é mesmo?

Então sim! É um game ótimo, evoluiu demais e não perdeu suas características, apenas as aprimorou! E como dito no começo, quem estava com saudade de dar uma surra no Joker, pode fechar os punhos, Batman: Arkham Knight vai fazer você querer jogar até a exaustão se você for um fã do Batman, pois a história do jogo está sensacional e o palhaço está lá te esperando com os outros vilões, pra tocar o terror um pouquinho!

final-batmanjokerlouco

nota-4

Anúncios